sábado, 26 de julho de 2014

ELEVAÇÃO

Você não é uma água-viva.
Você não é uma coisa trêmula.
É para você enfrentar o mundo, 
não fracassar.

Não é para ser surrada 
pelos ventos do mundo.

Não é para ser derrubada 
por todas as ondas. 
Não é uma vítima da vida 
e nem é para estar sempre 
a procura de vitória, 
como se a vida fosse 
uma competição.

O prêmio já foi ganho. 
O prêmio é vitalício.

Porém, 
o prêmio não vem já 
embalado para você. 
É como um kit que você 
tem que montar.

Não estão faltando peças, 
mas você tem que 
encontrar o lugar delas.

Você não é uma água-viva, 
nem é um mastro de navio 
que nunca oscila.

A vida é viável.

Você não está 
entrincheirado nela. 
Talvez você seja um pouco 
como uma bóia. 
Você flutua pra cima 
e pra baixo 
tão longe quando 
consegue chegar e ainda 
assim está ancorado.

Você não tem limites, 
embora, 
ao mesmo tempo, 
não possa ir tão longe 
como poderia pensar. 

Você não é um salgueiro 
nem é um carvalho.

Você é um ser humano 
vibrante. 

Você pode ser girado 
e lançado, 
e ainda assim 
cai em pé.

Não importa o dano 
que você sinta que o 
mundo lhe causou, 
você cai sempre de pé. 

Eu não estou 
lhe recomendando 
que tenha tempos difíceis, 
embora deva lhe dizer 
que aquilo que você chama 
de adversidade, 
de fato, 
o faz forte.

Não fique procurando 
a adversidade, 
mas quando as coisas não
 saírem do seu modo, 
não fique assombrado. 

Você está sendo elevado 
para mais alto ainda. 

Considere isto: 
Todas as pessoas que 
entram em sua vida 
contribuem para sua força. 

Você pode ver este ou aquele 
como um adversário, 
contudo, 
todo mundo em sua vida, 
não importa quão breve 
seja sua passagem por ela, 
é um bloco de sua 
construção.

Considere as pessoas que 
entram em sua vida 
como operários. 
Eles podem lhe derrubar, 
mas também o elevam.

Talvez eles sejam uma 
pequena protuberância 
na estrada que você 
deva trilhar.

Talvez os considere 
como vitaminas,
algumas difíceis 
de engolir.

Agradeça por todos que 
passam em sua vida, 
pois eles lhe impulsionam. 

Não importa o quão difícil 
esteja sendo para você, 
eles o pegam pelo cotovelo 
e o ajudam a subir outro 
degrau da escada da vida.

Não que lhe ensinem algo.
Você não é uma água-viva, 
embora eles possam estar 
em sua vida 
para lhe chacoalhar. 

Você não é um vidro 
de leite de coco 
para ser agitado. 
É mais como se você 
fosse o coqueiro. 
Balance-o e um coco cai, 
e você se 
percebe dando frutos. 

Você nota que existe algo 
para você em tudo.

Dar frutos não é o 
mesmo que perdê-los. 

O que estou dizendo 
é que a vida não o enfraquece, 
amado. 
A vida o fortalece. 

Por mais impaciente que 
possa se sentir, 
por mais que ainda tenha 
que aprender, 
você está ficando 
mais forte.

Forte significa mais flexível 
e também significa mais firme. 
Você consegue imagens 
mais claras.

Com cada passo,
 descobre quão forte você é. 
Não há nenhuma tempestade 
que não consiga agüentar.

Você não foi fortalecido 
em preparação para a batalha. 
Não pense assim. 
Você foi fortalecido para 
que comece a conhecer 
sua própria força.

Você poderia, 
por favor, 
parar de ver falhas?

O que você vê como 
sua maior falha 
pode muito bem ser sua 
força eminente.

Não deixe de olhar 
com generosidade 
para si mesmo.

TEXTO DE: Gloria Wendroff 
* * * * *
Texto enviado aos amigos do 
"Grupo Mensagem de Domingo" 
no dia 27 de Julho de 2.014.
* * * * *
AJUDE-NOS A AJUDAR
Só de clicar nos links 
de propagandas 
deste blog você ajuda a 
Campanha Natal Solidário 
que promovemos ha 20 anos.

sábado, 19 de julho de 2014

As corredeiras e a vida​

Desapegue-se do desejo de 
controlar tudo e todos.
Deixe-se levar pela correnteza,
como o rio que sabe que vai 
encontrar o mar,
mas não sabe por 
onde vai passar.
Basta a certeza de onde 
você quer chegar.

Ilumine-se na benção 
diária da vida.
Só por estar vivo e respirando, 
ainda que com aparelhos,
recebemos a gratidão do Universo, 
e pelo menos por educação:
agradeça!

Não se deixe levar 
por nenhum problema, 
seja do tamanho que for.
Maior é a força 
que nos concedeu a vida, 
maior ainda é o amor.
Não se distancie das coisas 
que lhe dá prazer.
Pare um instante e sorria, 
assim como criança.
Que se contenta com o 
pirulito mais barato.
E acha tudo lindo, pois 
isso sim é um fato.

E, para sarar de vez, 
para ser mais feliz,
não se esqueça de olhar no 
espelho e olhando profundamente,
nos olhos de quem você 
vê no reflexo dele,
diga com sinceridade:
- Eu te amo e tudo 
vai ficar bem!

TEXTO DE: Paulo Roberto Gaefke
* * * * *
Texto enviado aos amigos do 
"Grupo Mensagem de Domingo" 
no dia 20 de Julho de 2.014.
* * * * *
AJUDE-NOS A AJUDAR
Só de clicar nos links 
de propagandas 
deste blog você ajuda a 
Campanha Natal Solidário 
que promovemos ha 20 anos.

sábado, 12 de julho de 2014

Onde você está?

"Todo sofrimento 
vem de estar aqui, 
querendo estar lá" 
- Eckhart Tolle -

Onde você está?

Esteja presente. 
Este momento tem muito 
a te proporcionar e ensinar, 
o que você está deixando 
passar enquanto se perde 
em pensamentos do que 
deveria ou poderia 
estar vivendo?

Esteja presente. 
E, às vezes,
 a melhor forma de estar 
presente é apenas parar 
por alguns segundos, 
fechar seus olhos, 
respirar fundo e soltar o ar, 
lentamente.

Então olhe ao redor: 
onde seu corpo estiver, 
este é o seu presente.

Não fuja: 
aceite o que quer 
que esteja acontecendo com 
você neste momento, 
simplesmente aceite.

Ainda que não seja 
de seu agrado: 
aceite.

O primeiro passo para 
transformar o que quer 
que seja é não brigar 
com o que é.

É o que é e quanto 
mais você resistir, 
mais a situação vai 
persistir.

Então aceite.

Coloque seus dois pés, 
firmes, 
no chão do que é. 
Sem os dois pés firmes 
não existe a possibilidade 
de dar um passo em 
qualquer outra 
direção.

TEXTO DE: Flávia Melissa
* * * * *
Texto enviado aos amigos do 
"Grupo Mensagem de Domingo" 
no dia 13 de Julho de 2.014.
* * * * *
AJUDE-NOS A AJUDAR
Só de clicar nos links 
de propagandas 
deste blog você ajuda a 
Campanha Natal Solidário 
que promovemos ha 20 anos.

sábado, 5 de julho de 2014

UMA XÍCARA DE CAFÉ

Um grupo de profissionais, 
todos vencedores em suas 
respectivas carreiras, 
reuniram-se para visitar 
seu antigo professor.

Logo a conversa parou 
nas queixas 
intermináveis sobre 
'stress' 
no trabalho e na vida 
em geral.

O professor ofereceu café, 
foi para a cozinha e voltou 
com um grande bule, 
e uma variedade 
das melhores xícaras: 
de porcelana, plástico, 
vidro, cristal, 
algumas simples 
e baratas, 
outras decoradas, 
outras caras, 
outras muito exóticas.

Ele disse: 
- Pessoal, 
escolham suas xícaras 
e sirvam-se de um pouco 
de café fresco.

Quando todos o fizeram, 
o velho mestre limpou 
a garganta e calma e 
pacientemente conversou 
com o grupo: 
- Como puderam notar, 
imediatamente as 
mais belas xícaras 
foram escolhidas e as mais 
simples e baratas ficaram 
por último.

Isso é natural, 
porque todo 
mundo prefere o melhor 
para si mesmo.

Mas essa é a causa 
de muitos problemas 
relacionados com o que 
vocês chamam 
"stress".

Ele continuou: 
- Eu asseguro que nenhuma 
dessas xícaras acrescentou 
qualidade ao café.

Na verdade, 
o recipiente apenas 
disfarça ou mostra a bebida.

O que vocês queriam, 
na verdade, era café, 
não as xícaras, 
mas instintivamente vocês 
quiseram pegar as 
melhores.

Então, 
eles começaram a olhar 
para as xícaras uns 
dos outros.

Agora pense nisso: 
A vida é o café.

Trabalho, dinheiro, 
status, popularidade, 
beleza, relacionamentos, 
entre outros, 
são apenas recipientes, 
que dão forma 
e suporte à vida.

O tipo de xícara que 
temos não pode definir 
nem alterar a qualidade 
da vida que recebemos.

Muitas vezes, 
concentrando-nos apenas 
em escolher a melhor xícara, 
nos esquecemos de 
apreciar o café.

As pessoas mais felizes 
não são as que têm o melhor, 
mas as que fazem o melhor 
com tudo o que têm.

Então lembre-se:
* Viva simplesmente.
*Seja generoso.
* Seja solidário e atencioso.
* Cultive suas amizades.
* Fale com bondade.

O resto 
deixe com a natureza, 
porque a pessoa mais 
rica não é a que mais tem, 
mas a que precisa 
menos.

Agora desfrute o seu café.

TEXTO DE: OBS.: 
Não encontramos autoria do texto acima. 
Caso saiba e queira nos informar, 
para darmos os créditos merecidos ao autor, 
fineza enviar um e-mail para: 
mensagemdedomingo@toninholima.com.br
* * * * *
Texto enviado aos amigos do
"Grupo Mensagem de Domingo"
no dia 06 de Julho de 2.014.
* * * * *
AJUDE-NOS A AJUDAR
Só de clicar nos links 
de propagandas 
deste blog você ajuda a 
Campanha Natal Solidário 
que promovemos ha 20 anos.

sábado, 28 de junho de 2014

O tolo e a vida​

O tolo se perde nas 
dificuldades que ele 
mesmo cria.
Não se acha e não se 
encontra pelo medo 
de viver.

Viver implica 
em correr riscos.
Riscos de ganhar e 
de perder.

Isso é viver.

O tolo acredita que 
tudo é lindo,
tudo é real na sua 
imaginação.
Vive com 
esperanças alheias, 
sofre por antecipação.
O tolo suspira, 
o sábio faz.

Não se perca 
em devaneios e promessas 
dos outros.
Nem fique na prisão 
dos sonhos bobos de 
perfeição.

Arrisque-se na louca 
aventura de viver os 
seus sonhos.

Ainda que você 
"quebre a cara" 
mil vezes,
mil vezes viveu 
a delícia de lutar pelo 
que realmente importa:
você!

O tolo transfere 
sua felicidade para 
os outros.

E você?

TEXTO DE: Paulo Roberto Gaefke
* * * * *
Texto enviado aos amigos do 
"Grupo Mensagem de Domingo" 
no dia 29 de Junho de 2.014.
* * * * *
AJUDE-NOS A AJUDAR
Só de clicar nos links 
de propagandas 
deste blog você ajuda a 
Campanha Natal Solidário 
que promovemos ha 20 anos.

sábado, 21 de junho de 2014

Do tempo do seu tempo

Enquanto você se 
cobra demais,
alguém está conquistando 
aquilo que poderia ser seu.
Enquanto você reclama 
disso ou daquilo,
alguém se alegra com 
o pouco que conquistou.
Enquanto você se dedica 
demais á quem não merece,
o seu tempo de amar 
vai se esgotando.

Enquanto você faz 
o que não gosta,
alguém se diverte 
trabalhando onde 
lhe faz bem.

Não busque viver 
"empurrando a vida" 
como se fosse um fardo.
Nem vá para o trabalho 
como se fosse para 
o calvário.

Se a sua boca anda 
amarga de tanto reclamar,
se o seu coração anda 
seco por não amar,
mude a estação da sua 
rádio interior,
e toque músicas alegres 
que possam 
"motivar".

É tempo de sorrir, 
de acreditar.
De fazer o seu 
melhor e acertar.

Acertar na dose 
gostosa do amor 
próprio.
Valorizando o que 
deve ser valorizado 
em você.
Destacando suas qualidades, 
e disfarçando os defeitinhos.

Porque do tempo, 
o seu tempo, 
quem é o dono de verdade,
é essa pessoal 
maravilhosa que 
você vê no reflexo 
do espelho,
ninguém mais, 
ninguém menos do 
que você mesmo.

TEXTO DE: Paulo Roberto Gaefke
* * * * *
Texto enviado aos amigos do 
"Grupo Mensagem de Domingo" 
no dia 22 de Junho de 2.014.
* * * * *
AJUDE-NOS A AJUDAR
Só de clicar nos links 
de propagandas 
deste blog você ajuda a 
Campanha Natal Solidário 
que promovemos ha 20 anos.

quarta-feira, 11 de junho de 2014

O amor por companheiro

Adotarei o amor por companheiro 
e o escutarei cantando,
e o beberei como vinho, 
e o usarei como vestimenta.

Na aurora, 
o amor me acordará
e me conduzirá 
aos prados distantes.
Ao meio dia, 
conduzir-me-á à sombra 
das árvores
onde me protegerei do sol 
como os pássaros.

Ao entardecer 
conduzir-me-á ao poente,
onde ouvirei a melodia da 
natureza despedindo-se da luz,
e contemplarei as sombras da 
quietude adejando no 
espaço.

À noite, 
o amor abraçar-me-á,
e sonharei com 
os mundos superiores
onde moram as almas dos 
enamorados e dos poetas.

Na primavera, 
andarei com o amor, 
lado a lado,
cantaremos 
juntos entre as colinas
e seguiremos as pegadas 
da vida,
que são as violetas e 
as margaridas;
e beberemos a água da chuva, 
acumulada nos poços,
em taças feitas 
de narciso e lírios.

No verão, 
deitar-me-ei ao lado do amor
sobre camas 
feitas com feixes de espigas,
tendo o firmamento por 
cobertor
e a lua e as estrelas por 
companheiras.

No outono, 
irei com o amor aos vinhedos
e nos sentaremos no lugar,
e contemplaremos 
as árvores se despindo
das suas vestimentas 
douradas
e os bandos de aves 
migratórias
voando para as costas 
do mar.

No inverno, 
sentar-me-ei com o amor 
diante da lareira e
conversaremos sobre os 
acontecimentos dos séculos e
os anais das nações 
e povos.

O amor será meu 
tutor na juventude,
meu apoio na maturidade, 
e meu consolo na 
velhice.

O amor permanecerá 
comigo até o fim da vida,
até que a morte chegue,
e a mão de Deus nos 
reúna de novo.

TEXTO DE: Khalil Gibran
* * * * *
Texto enviado aos amigos do 
"Grupo Mensagem de Domingo" 
no dia 12 de Junho de 2.014.
* * * * *
AJUDE-NOS A AJUDAR
Só de clicar nos links 
de propagandas 
deste blog você ajuda a 
Campanha Natal Solidário 
que promovemos ha 20 anos.